sexta-feira, 17 de julho de 2009

Poesia Incompleta

Ontem recebi uma mensagem da Poesia Incompleta, um dos POS do Tracejado, a informar-me que, imaginem, foi vendido um exemplar. Ah é claro que fiquei contente. Não sei quem comprou ou porquê. Mas imagino o melhor cenário. Aliás, todos são bons. Mesmo que tivesses sido tu, só para eu ficar contente, era giro. Obrigada, de qualquer forma.
Entretanto tenho um plano para escoar os Tracejados que tenho no -2. Não é genial. Mas é um plano. Como não é genial, e pode nem resultar, não vou contar já…
É claro que não tenho medo de me expor, a mim e às minhas ideias, mas, desta vez, vou experimentar primeiro, e comentar depois.
Um desconhecido simpático enviou-me também algumas dicas, que vou ter em consideração. Obrigada.
Tenho também trocado mensagens com a Câmara Municipal de Santa Comba Dão que, entretanto afirmou que me apoiaria na promoção do livro por lá. Mandei material, aguardo avanços.
Enviei mensagens a várias bibliotecas a oferecer o livro. Ninguém respondeu. É engraçado. Só a de Santa Comba se mostrou receptiva.
Não me lembro de mais nada para contar. Acho que não há mais nada para contar.
Ah… vi ontem o Sr. da Gráfica, muito simpático como sempre.

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  2. O primeiro já foi... os restantes irão a seguir! Boa sorte... Beijinhos, Pedro

    ResponderEliminar
  3. Obrigada Pedro
    Vamos ver como corre, quer dizer como anda, quer dizer como rasteja eh eh
    Beijinhos

    ResponderEliminar